Follow by Email

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Entretien profissionelle

Esqueci-me que respondi a um anúncio para Conseilleur de Clientèlle, para uma agência qualquer que contrata quem fale fluamment ( couramment?) le français ( pas natives). Avec aise.
Pas tellement vrais, mas j´ai travaillé pour Booking.com pendant trois mois e j´ai parlé avec des français, suisses, belges, canadiens, marocain... J´ai cinquante trois ans...(pas quarente treize? je comprends pas les numeros).

Ela disse que ligava hoje às três. Falta um quarto de hora. Mas se liga de França lá são duas ?
Vou estar aqui toda a tarde , com o google translator ligado.

Fim de semana atribulado

Começa a ser difícil escrever aqui, com os meus filhos aqui por casa e a gata sempre em cima de mim.
Estou a ficar um bocado farta com as perguntas deles " porque a trouxeste? " e eu " porque estava lá " qual sir Hillary, porque subira o Everest.
A versão aqui é que estava na vet e ela ma ofereceu. Que eu recusara mas depois no sábado fui buscá-la. Mas hoje ao jantar comecei a dizer que os pretos estavam lá nas gaiolas e ninguém os adota, estes quatro é que andavam a rabiar. E calei-me. Isso foi da outra vez. Já me baralho toda. Ai, ai.
A fazer almoços, arrumar a cozinhar, a separar gatos a bufarem à bebé, a impedir gata de comer a comida da bebé.

sábado, 22 de abril de 2017

Agressões antes do derby Sporting- Benfica


Está ser dfícil escrever, com uma gata de dois  meses a passear à minha frente e em cima do teclado.

Fui buscá-la hoje de manhã e voltou,  a dormir na almofada que pus na caixa transportadora. Agora acordou e viu os gatos da casa e transformou-se num ouriço uivador que os pos em fuga...

Resultado, agora não sai de cima de mim....

O meu filho foi com  pai ao futebol, e eu estou a ver nas notícias as agressões entre adeptos do Benfica e do Sporting antes do jogo. Ontem à noite atropelaram um homem italiano do Fiorentina, que veio apoiar o Sporting, Acho que andavam no meio da avenida que separa os dois estádios a divertir-se a atirarem garrafas de cerveja uns aos outros, criando o caos no trânsito automóvel, pois também batiam nos carros.... Um foi apanhado por um carro e o condutor não parou....

Já hoje, agora mesmo, mostraram outro de cabeça a deitar sangue, a polícia meteu-se e resolveu o assunto à bastonada. Era preto.

Espero que o meu filho esteja bem,. é branco.


sexta-feira, 21 de abril de 2017

Incroyable !

A minha vizinha do lado, insiste em por as sacas de plástico do lixo na casinha ao lado dos elevadores, que é ao pé da minha porta. Antes, era ali onde se enfiavam  os sacos de lixo orgânico por um tubo (os plásticos e papel tinham de ser levados para os contentores separados na garagem) e iam cair no caixote na garagem. mas agora não temos porteira e cada um leva o seu lixo ao fim do dia lá para baixo. Ora a querida senhora professora, põe-me ali as sacas de lixo todo o dia, cheios de restos de cabrito morto e sangue podre! Ela abastece-se no talho quando vai à terra e então pinga tudo de sangue e em vez de levar logo para baixo, toca a por ali e nem a porta fecha ! Já puseram em todos os andares,um papel " Não coloque aqui o lixo", mas ela, se calhar, não sabe ler.

Agora quando saí , para levar o meu filho ao ginásio cheirava a podre, e eu, tirei de lá os sacos e fui por à porta dela.

E escrevi no papel que estava no elevador, a dizer que havia obras no 8º andar " Não ponham o lixo na sala ao lado dos elevadores !". Esse papel é um correio eficaz, já tem lá escrito " as obras estão a deixar os elevadores um nojo ! ".

(mais tarde)

Ouviu-se um barulho de conversas iradas do outro lado da porta. A vizinha e a irmã tinham visto o lixo. Percebi que a outra perguntava " mas porque acham que o lixo é nosso ? " e a mulher não respondeu (devia saber que eu estava a ouvir).

O certo é que depois quando o meu filho chegou, do seu jantar de amigos, fui ver e o lixo estava de novo na casa ao lado dos elevadores ! Abri o elevador irada, para escrever mais qualquer coisa no papel que está colado no elevador e dizia " o lixo não sei de quem é, mas não pertence ao 5B." Escrevi lá, " " ok, desculpe". Está bem. Tenho de ver se a senhora o 5 C  já voltou do hospital e se os do 5 A já não vivem no Algarve. às tantas está cá o filho.

Mas isto irrita-me. Que as pessoas abusem dos espaços comuns do prédio para deixar as suas tralhas , como por exemplo na garagem, que tem arrecadações e espaços determinados para se estacionar.
E também não gosto quando ao tirarem o carro me metem a traseira do carro dentro e não se acusam.
Foi também a pensar que ainda me furavam um pneu, que decidi por a desculpa.

Hoje estava lá com outra letra, " Neste prédio é só malucos. Ou será sempre o mesmo? "

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Hoje fui passear

Meti-me no carro e fui até ao Estoril, indo pela A5 até sair em Carcavelos e depois saindo para a Marginal. (estrada ao longo da costa).
Estava um dia lindo, com um pouco de vento, e a Praia de Carcavelos tinha alguns banhistas e surfistas.
Continuei por ali fora e fui a... Alapraia. Sim, à sra. dos gatos. Não havia campainha e bati ao portão.
Enquanto estava à procura do nº dela no telemóvel, ela abriu o portão, e logo vieram alguns cães cumprimentar-me.

Entrámos e vieram os quatro gatos dela, três gatos e uma gata. Um parecia o Garfield, o outro era persa, a gatinha era amarela e branca muito meiga. A Rosário  estava na sala a dar biberão aos quatro gatos de duas semanas, tão giros ! Sempre a miarem e a passearem de um lado para o outro a tentarem fugir da sala... e eu atrás deles. Com umas unhas agarravam-se à minha roupa e eram quase só meninas, eram tricolores. Depois ela levou-me lá fora para ver os gatos prontos a adoptar.

Numa gaiola uma mãe a dar de mamar a uns tricolores, brancos, amarelos, pretos, pequenos demais. Depois uns seis completamente pretos. E quatro à solta, qual deles o mais bonito! Um já estava prometido e o outro era macho , as meninas eram uma de patinhas brancas e alaranjada e a outra era igual à " Mimalhinhas ", que os cães mataram no Vale. A que gostou mais de mim foi a de patas brancas, trepou por mim acima e fez ronron. Têm dois meses.

A Rosário diz que as vai levar para adoção sábado e eu disse logo que a menina das patas brancas era para mim. Mas não a pude trazer pois ainda estão de quarentena até sábado.

Voltei, toda satisfeita, o meu filho já almoçara, mas nem perguntou onde eu fora. Interessam-se tanto por mim.
O pai veio buscá-los (hoje faz anos, 53) e depois fui por a carta  no correio, para o centro de emprego com a cópia do email a dizer que eu não fora escolhida para o emprego.

Entrei na loja de animais e comprei outra caixa de transporte, comida para bebé granulada e um tronco para eles treparem (ela, a bebé) com uma caixa em baixo para ela se esconder.
E sábado vou buscá-la.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

De férias

Pois, recebi um email do escola profissional a dizer que o meu CV não fora seleccionado para o cargo, mas que ficam com ele em arquivo. Para ser professor são sete cães a um osso , bolas....
Despedem as pessoas do Estado e vão concorrer para o privado, com muito mais experiência que eu.

Não volto a concorrer a professor. Aliás nem concorri, foi o Instituto de Emprego que me mandou enviar o CV para lá, parecia que tinham a vaga à minha espera, mas quando liguei para lá a perguntar se já se sabia o resultado, disseram-me, na secretaria que ainda estavam a analisar os CV. Nem chamaram a uma entrevista. Não que eu quisesse ir dar inglês a motoristas, podia ensinar-lhes uns piropos em inglês. Ou eles a mim.

Já só falta um mês e meio de aulas, tenho de me concentrar nisso.


terça-feira, 18 de abril de 2017

Whats became of Lady Liuwa?

19/05/2010, 10 comentários
11
10
8
8
7


Estas são as páginas mais visitadas. Os USA continuam a ser os que mais leem o blogue. 
Que estranho. mas onde vão buscar estas estatísticas? Cai de 200 leitores por dia, no início, para 28 em média, agora. E no início eram do Brasil, o que faz mais sentido. Ler isto traduzido pelo google é um horror.
De vez em quando escrevo em inglês, é bom para eu praticar
https://gabsaomiguelnanet.blogspot.pt/2010/05/lady-liuwa.html

Cartão do Cidadão

No outro dia esqueci-me da consulta que estava marcada há um mês!. Pensava que era de tarde e foi  naquele dia (13) mas de manhã!. Liguei para lá e responderam " e agora , o que é que você quer que eu  faça ? " . Tenho de começar a tomar apontamentos destas frases, para quando eu  for trabalhar . Eu disse que queria marcar uma nova consulta, e ficou para maio.

Por isso ontem fui ao Centro de Saúde pedir receitas.. Paguei 2.50 euros e 5ª feira vou buscar. Por que preciso de tomar os remédios do coração todos os dias  ( aneurisma auricular ).

Depois lembrei-me que faltava menos de um mês para o meu BI expirar. Se calhar não era a melhor altura para ir fazer um Cartão de cidadão (é o meu primeiro ), pois são férias escolares, mas já fui duas vezes à Loja do Cidadão em Chelas fazer o CC dos meus filhos e despacho-me sempre numa hora.

Eu era o  206 quando entrei lá às quatro horas e estava no  173. Como não almoçara, pensei ir ao MacDonalds, lá na Bela Vista, mas aquilo de repente saltava uma data de números e tive medo de sair de lá.
Finalmente fui tirar a foto na máquina (horrível) e as impressões digitais e sim, fiquei com ar de criminosa. A culpa é deles, mandam-nos por um ar sério. E daqui a cinco dias recebo um postal para ir levantar o cartão do cidadão, comum em toda a UE. Inclui o nº do  Serviço Nacional de saúde e o de eleitor. e as impressões digitais ficam lá, é obrigatório para os maiores de 12 anos. Os menores de 12 podem fazer com as impress~oes digitais ou não, muitos querem, é divertido. Antes ainda era melhor, no antigo BI a partir dos 10 anos as impressões eram sujando os dedos num carimbo. Sei que em alguns países acham isso uma intrusão à liberdade pessoal, mas quem não deve não teme, e também é bom se alguma criança é raptada....

Saí de lá às cinco horas e fui comer ao Mcdonalds. Olhando a loja de desporto onde tinham na vitrina ténis a 20 euros. Claro que entrei e experimentei uns brancos , mas eram feios e só havia o 39. Depois comecei a olhar os Adidas e experimentei uns com as riscas pretas, em 38. Não gostei. Depois vi uns brancos Stan Smith em verde, eu tive uns iguais quando andava no ténis, no estádio nacional, ficaram completamente cobertos de terra e eu deitei-os fora ! Ok, isto foi nos anos 90. Parece que estão na moda, mas gostei mais com o emblema em azul e havia o 37,5 que é mais o meu nº. O homem que me atendeu disse que o verde era o clássico, assim como os Adidas com risca preta eram os clássicos. Mas eu vejo tanta gente com eles (jovens). Mesmo assim achei-os cómodos e trouxe-os. Ele fez-me um desconto de cinco euros ! Se calhar por eu o tratar com delicadeza e não como uns que estavam lá ao lado que diziam ao empregado, " Ó rapaz, traz aí uns em 40  para a minha mulher ! " e o " rapaz" um homem de cabelo curtinho e barba comprida, com ar de Bairro Alto, dizia " com certeza" com ar enjoado. Isto de trabalhar com o público não é fácil, sobretudo em Chelas.

Um dia atarefado I

No outro dia reparei que deixei passar a data de pagar o seguro do carro, dia 9. Convenci-me que eles o tinham cancelado, como ameaçam, e então quando saia com os meus filhos ia dizendo " perigo, uma rotunda! ", " olha ali um polícia , não olhem! " e coisas assim, que só suscitam um revirar de olhos. Eles quando vêm do pai, parece que vêm diferentes, sem sentido de humor, muito arrogantes.
Sei que eles são meninos ricos, mas gostava que fossem "meninos bem ", ou seja, eu sempre fui classe média /alta (viagens ao estrangeiro com os pais, no Algarve, nos avós na quinta, dois automóveis, colégio) e no entanto era alegre e simpática com todos. Quando era jovem.

O pai deles é o primeiro da família a frequentar a universidade, tal como as irmãs e vivem os três na Expo. As irmã dele trocam de carro quase todos os anos e possuem BMW e Mercedes, casa em Vilamoura, as filhas andam em colégios, e compram tudo o que é novo e grande (tipo tvs enormes).
Quando iamos almoçar fora era patético ver como elas esperavam para ver que copo eu usava para a agua e que garfo para a salada. A forma como eu tirava bocadinhos de pão para comer com manteiga e elas davam cotoveladas aos maridos por encherem uma carcassa.... Mas eu simpatizava mais com os maridos, mais vale ser natural e genuíno.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Moonspell - Noddy (Gato Fedorento)

Tiago Bettencourt/ Gato Fedorento - Relativamente Feia

Toranja - Carta

SLIMMY - Hoje Eu Sinto a Falta

Slimmy - "Um Anjo Como Tu"

João Só - Até ao Fim (Videoclip Oficial 1080p c/LETRA)

Neil Young - Out on the Weekend

Kate & Sawyer | Let her go

Lost - Sawyer e Kate - Falling For You

Dava tudo-Adelaide Ferreira

Foi Feitiço - Andre Sadet

Louco Por ti - João pedro pais

João Pedro Pais- Um Volto Já-

João Pedro Pais - Ninguém é de ninguém - LETRA (música romântica portugu...

João Pedro Pais - Mentira

Paulo Gonzo feat Fafá de Belém - "Vais Entender"

Paulo Gonzo - She

Paulo Gonzo - So Do I

Paulo Gonzo - Falamos Depois

Paulo Gonzo - Jardins Proibidos

Paulo Gonzo - Sei Te de Cor

Paulo Gonzo, Lúcia Moniz - Leve Beijo Triste

Paulo Gonzo: "Quem De Nós Dois" feat Ana Carolina (Vídeo Oficial)

Paulo Gonzo, Raquel Tavares - Amor Maior

Paulo Gonzo - Sem Ti (Official Video)

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Century - Lover Why - Tradução

Foster mum

Today I almost became a foster mum of a tiny, cute, kitten.
I went to the vet with my cat , and she says to me : ´do you want a kitten?´´

´What? I have four cats already.´

´I have here a little kitten that the mother has abandoned yesterday in this garden. She has had three, this tabby and two orange one, a few days ago, but now she is in heat again and has left this one at our door.´

It was wonderful, the vet fed him with a seringe , he drank a little , he had his eyes closed, but he said meow!

I had him in my hand and he was so tiny. I said yes, I would feed every  two hours .

Then I came home with my cat, thinking where I would go to buy the milk and bottle, there was some in pet stores from good brands....

And then the recepcionist called me ´I am sorry to tell you, the baby cat has died....I went to see him and he was already cold ´.

I felt a pang in my heart as if some friend had died.

Ok, see you friday.

I had not bought the milk yet. If I had, I woud go to my friend Rosário who has a litter of kittens to feed by herself, she posted them in the facebook.

But I can´t take care of a small baby and feed him every two hours !
And that is that.

But that cutie stole my heart.


My friend has this ones....maybe in two months I´ll go to get one.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

My friend is back

My old friend , Period *, has returned , after two months absence.

I was feeling rather good and normal, calm, friendly with everybody, kind of what I was when I was a children.

Then I became depressed, wanted to sleep  and never again get out of the house. The next day I was shouting obscenities at the other drivers, on my way to work. I found myself speaking what was on my mind, without any filters, I told a colleague I hated another one, " look at the nose, she looks like a witch...", " don´t be like that", said my friend, " what, she just gave me an evil eye....". " I have not heard that".

Then the *menstruation came. What a name "men....." ? I thought it was gone for good.
I even told my doctor ( a woman ) she had finished and she said I was pre-menopausic (is that even a word, I am going to check in google translator). She was right, it´s when we are changing into middle age , third age ?

I was enjoying it. It ´s a bit embarassing to be a puppet of our hormones.
On the bright side, I still have an excuse for being a bitch.


eing a bitch.

terça-feira, 4 de abril de 2017

Cristiano Ronaldo bust is becoming very popular, at Madeira aeroport




South Europe against prejudice



It seems that President Trump allegations are contaminating conservative leaders in Europe, who now speak aloud what they should keep to themselves.

The president of Eurogroup , a dutch, recently said that south european countries in the EU, spent the help that was given to them " in wine and women"...

Countries like, Italy, Greece, Spain and Portugal have demanded his resignation, and many jokes are made around this.

There was even published a map depicting what countries in Europe spent in drinks and the northern countries were by far the heavier drinkers. There was not a chart about what was spent " in women ", for this would be rather tricky to make.

Meanwhile, the UK are leaving EU, and here , in Portugal, (and Spain) there has been a big increase in real estate sales, to english people who want to keep the right to be European citizens, and make business with other european countries (free trade between the 27 countries that are in the EU).



Health

You can go to a witch woman down the street, there are no doctors today...

domingo, 2 de abril de 2017

Almoços com ex colegas

Agora estava a pensar que era 2007....never mind.

Fui ao almoço com ex colegas e professores da primária e eramos " só " 41. Não gosto nada de ir a sítios sozinha onde não conheço as pessoas, mas a mim muita gente me conhecia. Que estranho, ser abraçada por uma a dizer o nosso nome  e eu tipo, " João quê ? " e o nome não me era estranho, mas não sabia se era das que eu gostava ou das matulonas que nos davam calduços. Agora eram do meu tamanho. Até a temível prof. primária era mais baixa que eu, apesar de eu ter ido de vestido curto e saltos baixos, e os óculos escuros na cabeça, em jeito de fita. O prof, de desenho com 87 anos, (Laranjeira santos, escultor), lá estava , esse é alto e tem ar de artista, e eu andei ao colo dele, a chorar no 1º dia de aulas. Não lhe disse para não o embaraçar,  ele continua alto, mas duvido que me pegasse ao colo.... Havia no entanto muitas a dizerem que foram para o IADE por causa dele, e eu também andei até aos 12 anos a dizer que queria ser prof de desenho. Ele era bom profesor e simpático. A nossa profeora primária era a mais  rígida e a certa altura eu estava lá com umas e a Cristina disse se nos lembravamos dos puxões de orelhas que ela nos dava e nós, " ah, sim" e ela " vou lá perguntar se ela se lembra..." e a outra " deixa lá, já passaram quarenta anos! " e outra " eu cá dava-lhe era com um cacete na cabeça, se a apanhasse num canto escuro...." e outra " deixa-a ir, é catártico....". Ela foi, mas a prof não disse nada, só se riu. Devemos ter sido os primeiros de uma longa carreira, a traumatizar crianças. (fomos os seus primeiros alunos, por quatro anos).

Havia lá outra toda animada, acho que era prof. da outra turma. Era alegre e ficámos com ela quando a nossa foi de licença de parto. Aí vimos o que era uma prof. normal.  E a de música e a de ginástica. A nossa fazia vomitar alunos de outras turmas na cantina, quando eles não queriam comer e ela aparecia a obrigá-los. Felizmente eu ia comer a casa.

Depois fomos visitar o Colégio, que está abandonado, foi comprado pelo estado ou privatizado, sei lá, depois do 25 de abril. Que giro que era, e moderno. lá estavam as escadas por onde caí de cabeça....o wc onde andei à pancada com outra, as enormes salas, o pátio coberto. Uma desatou a chorar. Bem, se calhar lembrou-se do seu namoro com um da nossa turma que não foi, pois morreu há seis anos de cancro na garganta ( de fumar).
Depois vim embora. Com dores de cabeça de ouvir falar de coisas que não me lembro.






sexta-feira, 31 de março de 2017

Tantas ofertas de emprego

Eu devo andar numa maré de sorte. Ao jogo não, apostei três vezes seguidas no Euromilhões e não me saiu um cêntimo.
Com homens também não, vamos ver se amanhã o Aleixo, no almoço dos Antigos alunos do Colégio se cola a mim. Não me lembro dele, parece ser do tipo que eu não me lembraria. Os dois que me lembro já morreram... com 53 anos ?  Bolas.... Bem, um foi suicídio.
Vou sentar-me longe da professora, continuo com medo dela. Há muitos que se referem a ela no Face como " meter respeito ". Com 23 anos, e uma turma mista de trinta alunos, não devia ser fácil.
Por falar nisso, recebi uma carta do " Serviço de emprego" com uma proposta de ensino numa escola de ensino profissional, em Loures, para os contactar a marcar entrevista. Contrato sem termo, mil euros ? e deve ser substituição, a esta altura do ano. Comecei a pensar que era basicamente só para o terceiro período, tenho de aceitar. Os do contact center ainda não responderam, talvez fossem um dos telefonemas do telemóvel que não atendi. Esses diziam 990 euros.
Isto se calhar foi de ter encontrado o fio de ouro com a medalhita da sorte. Ou não.

Mas isto dos contact center, as pessoas à procura de emprego tendem a desprezar e não deviam. Se for inbound, é dar informações e atender reclamações, e não é assim tão mau, ninguém vos come, ao telefone. Muita gente detesta falar ao telefone com estranhos, mas isso passa, eu depois até gostava, e em vez de mandar um email, pegava logo no telefone e ligava, lá na Booking. Nem que fosse para Nova Zelândia e estivessem a dormir. Sou muito distraída. Uma vez liguei para o Canadá, estavam a tomar o pequeno almoço, mas ficaram todos satisfeitos de eu dizer que sempre estavam confirmadas as férias que marcaram para o verão. Era para aí março. Os canadianos são muito simpáticos.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Testes

Tive ontem teste de contabilidade e correu um bocado para o débito... Ainda foi pior ser de consulta, pois perdi tempo a conferir as respostas, de início havia 20 perguntas de V e F e eu apesar de me parecerem fáceis, tive de ir ver ao caderno. Se uma compra se debitava nos débitos. LOL. def.
Depois era fazer duas faturas e eu muito esperta pus o cliente o fornecedor e eu o vendedor...Felizmente o fornecedor chamava-se Fornecedores,Lda e eu lá cai em mim e troquei....Sim , que quem comprava era eu Comércio, Lda. Depois era um livro de razão e um caderno de existências com as compras e vendas da empresa, e aquilo tudo em excel e calcular o IVA a 23 % e descontar do lucro...e eu sei lá calcular percentagens. O excel devia ter lá isso. Se calhar tem.

Aqui em casa tinha os dois piolhos sem terem jantado. Lá aqueci um arroz de pato congelado, mas o filho preferiu uma piza congelada. Andam aí todos contentes, o gatito vai para o quarto dele e a gata para o quarto dela. Eu fico com os outros dois.

Sábado concordei em ir ao almoço do Colégio, com a malta dos anos 70. Só me lembro da prof e de mais duas, a clara e a Isabel. Que medo, a pro .da primária.... E o prof . de artes plásticas não pode ir, desse tenho boas recordações. Pintamos as paredes do pátio do recreio com cenas do fundo do mar. E no meu primeiro dia andou comigo ao colo, eu desatei num berreiro por a minha mãe se ir embora.
estranho, eu tinha andado uma ano na pré-escola, noutro lado, que ficava ao lado do Mercado. Lembro-me que ela disse que ia ao mercado e já voltava e fiquei lá a manhã toda. Por isso na escola fiz uma enorme fita, era uma escola nova....

Detesto escolas. Agora respondi a um anuncio para contact center, francês e responderam que sim, que iam marcar uma entrevista. Se marcarem vou lá. Falar com clientes pelo telefone deve ser mais fácil que ser secretária clinica num hospital.

terça-feira, 28 de março de 2017

sexta-feira, 24 de março de 2017

Direito dos Doentes

Tivemos uma aula de Bioética com uma professora doutora psicóloga em hospitais. Deu-nos três aulas sobre a Carta dos direitos dos Doentes, Europeia e portuguesa , mas ontem falou da sua experiência em hospitais. Os profissionais de saúde são como toda a gente, condicionados pelo temperamento (biológico), cultura (valores familiares e individuais) e psicologia (personalidade e estados emocionais). Têm de ter respeito pela pessoa (paciente), que tem direito a Lealdade, Confidencialidade, Veracidade e Privacidade. Lealdade para manter acordos e não prometer o que não pode cumprir. Veracidade para não ocultar o que o doente quer saber. Se tem uma doença grave e ao mesmo tempo um coração fraco, deve-se ponderar dar a notícia com familiares ao pé. Confidencialidade, não se vai falar das coisas que se sabe da sua vida , mas se isso puser em causa outros, como ter sida e ter um relacionamento com alguém a quem oculta o facto, pode-se dizer. E a privacidade, que é amplamente ignorada, mandam despir as pessoas e dão-lhes batas abaixo do seu tamanho, ou fazem perguntas no balcão de informações que são fúteis para o caso, género perguntarem a uma grávida se é casada, para porem no formulário. Pode não ser e isso incomodá-la.
Tem o direito de dizer " Não respondo ". Não sabia disso. Profissão ? Que é que isso importa ? Não respondo. Ninguém gosta de dizer " Desempregado " e respondem " empresário ". Como nas revistas .
Depois começou a contar que tinha entrado na faculdade no ano a seguir ao 25 de abril, vinda de um colégio de freiras. Quando o professor entrou, ela levantou-se. Foi a única num anfiteatro cheio de gente, e voltou-se a sentar. Depois viu que muitos fumavam e ela começou a ficar tonta. Estavam a fumar ganza. Lá se foi adaptando aos novos costumes, mas ficaram-lhe coisas que aprendeu desde criança, como deixar passar os mais velhos nas portas, à sua frente, e ficar muito chocada com os modos de tratar doentes e pessoas em geral. Diz que para ela é automático baixar-se para apanhar alguma coisa que alguém deixa cair, para lhe dar, ajudar alguém a vestir um casaco ou indireitar-lhe a gola, se está torta. Que há algumas doentes que tentam ajeitar o cabelo e o médico diz " quer-se por bonita ? Deixe lá isso." e ela diz que deviam era ajudar a pessoa. E o cobrir a nudez com um lençol, ou dar duas batas a uma pessoa mais gorda, devia ser automático. Mas as pessoas começam a habituar-se a ser maltratadas e não exigem os seus direitos.

Também usou a expressão de " não terem tomado chá em crianças ", que a minha mãe usava muito.
Eu aos meus pais não ouvia reprimendas, imitava os comportamentos,na maior parte das vezes. Mas a minha avó estava decidida a educar-me, e uma vez em que ela me ia contar pela décima vez uma história sobre um irmão eu disse " já me contaste isso " e ela respondeu que " e tu, como menina educada, ouves e calaste ". Sim, isso é respeito pelo outro.

www.apbioetica.org
www.patients-rights.eu

quarta-feira, 22 de março de 2017

Prima Inverno

Entrou a primavera e o inverno lembrou-se de aparecer, está um vento!

Fui com o filho ao drive through do Mac, ali em Sacavém. A Cat, esteve aí de manhã, comeu uma piza e foi-se. Parece que sou uma estudante , numa casa de estudantes...Ele está no quarto, ou a estudar ou no pc, deve ser a estudar, está calado. Eu saio por volta das 6h40 p as aulas.

Hoje é um dia em cheio, duas horas de estatística aplicada e duas de técnicas contabilísticas....
Como estatística já tive antes, consigo seguir, a contabilidade é mais complicada. E compra e regista nos débitos e nos créditos quando nos pagam as dívidas e e nos créditos no passivo e nos débitos no activo e o IVA e os descontos....e copia-se para o diário e há o registo das existèncias e o livro da razão e são folhas e folhas de excel.

E o teste foi adiado uma semana, hoje a oito. Felizmente.

E fui levar a gata à vet e ela mordeu-a ah ah, e foi preciso vir a assistente segurá-la e a senhora que estava com um gatito na sala de espera ao colo, tinha o gato todo assustado, do barulho que ela fez.

Também fui buscar os resultados das análises, a consulta é só em abril.

O ambiente este semestre está melhor, sairam alguns que punham as pessoas mais alteradas...E estes profs são mais fixes.



sábado, 18 de março de 2017

Joe Cocker - up where we belong

SINEAD 'O'CONNOR - NOTHING COMPARES 2 U ( 1990 ) TRADUÇÃO - LEGENDA

Estudar

Recebi um telefonema interurbano, era uma senhora a dizer " Allo, Madame? " e eu " "Deve ser engano " e desliguei. Depois no outro dia voltaram a ligar desse nº e nem atendi. Não conheço ninguém em França. Também me lembrei que podia ser algo relacionado com a minha inscrição em centros de recrutamento de call centers, franceses. Mas francamente, não tenho cabeça para trabalhar e estudar.

Fui fazer as análises que a médica mandou e fiquei com tanto sono que dormi toda a tarde. Felizmente é sábado. Tinha combinado ir ter com a I. para estudar contabilidade, o teste é sexta, mas acho que mais vale ela ir às aulas de revisão do que eu estar a baralhá-la.... Vai ser lindo, vai.

Para quem sabe, deve ser a coisa mais fácil do mundo, é preencher uma fatura com os dados que o prof. ( o meu cunhado ) dará, uma venda, uma devolução, qualquer coisa. E com consulta. Mas eu nem sei se consigo acertar nos códigos dos bens transitáveis e das mercadorias e do IVA e do desconto de 10%, vai-se buscar a outra tabela.... Ai, ai. Há lá gente que percebe daquilo e diz que ele explica muito bem. Depois acrescentam que tiveram dois anos de contabilidade há dez anos atrás....

Pois, eu também acho inglês muito fácil e que a prof. explica muito bem. Tenho o curso de inglês feito há trinta anos atrás.


domingo, 12 de março de 2017

Cat lady

With my children. Nothing to report, except that I had to go and pick my daughter at 4:30 am, because she had a birthday party at the Bairro and then they went elsewhere.... I was sleeping, dressed a jacket , and went, in my car. there were lots of cars at that hour, some with parents, like me.
That night I had a party too, but it was in a restaurant in Miramar, with diner and dance, to celebrate the woman´s day but I didn´t go. With men strippers. My father used to say  " They had to pay me to go out today" and I almost did. Say it. But I did go out , to get her.
The next day she was to tired to go out with me and I did go alone to see my mother, and took some food to the cat lady to feed the cats. Poor lady, her daughter sold the house and put her there. She had a litle dog, she never saw it again...

sábado, 11 de março de 2017

A caminho...

A minha gata continua a ir três vezes por semana, levar soro, por ter os rins doentes. Desta vez deu me uma dentada no dedo do meio da mão esquerda... É aborrecido, nem posso escrever com ele, inchou. Da outra vez o polegar infetou e tive de espremer por causa do pus...
Costumo ir ao meio dia e meia, de tarde há pessoas com cães. Desta ves estavam lá dois gatos pequenos, um preto e um castanho que parecia persa, eram tão fôfos ! O que parecia persa bufou-me, na caixa. Eh eh.
Os meus quatro cá andam, a apanhar sol e a saltarem sobre os móveis ( os dois mais novos ).
Tem estado sol (25 graus).


sexta-feira, 10 de março de 2017

Ida ao centro de saúde invulgar

Pela primeira vez fui surpreendida agradavelmente. Ia mostrar a a mamografia e ecografia A minha médica de família. Era uma nova, a outra despedira-se. Às duas em ponto, aparece uma senhora à porta da sala a chamar o meu nome. Cabelo branco e olhos azuis, mas pela minha idade, não chamou pelo altifalante. Depois mandou-me sentar e entreguei-lhe os exames que ela viu e disse estarem normais, e mostrei-lhe os da cólica de rins, e ela disse que eu tinha uma infeção, se não me tinham dado antibióticos na altura, eu disse que não. Ela disse que me ia receitar de novo exames , para ver como eu estava passado um mês de ter as cólicas. quando lhe disse o que se passara com o meu pé, ela disse logo que deve ter sido gota, e que é comum com o ácido úrico ou a ureia de quem tem cálculos, ou isso. Foi muito calma e paciente, o contrário dos médicos , que tentam despachar os doentes. Pesou-me e viu-me a tensão, o que também nunca me tinham feito. Foi interessante, não sei o que faz cá, é francesa, mas fala português. às tantas é freira laica !


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Domingo atípico

Acordei, depois de um sonho acidentado com um ex-namorado. Ele ligou-me no dia dos namorados a perguntar o nº de telemóvel de uma amiga em comum, que faz anos nesse dia. Eu comentei, " este rapaz, sempre a arranjar pretextos para me telefonar ", e ele " sim, nos teus anos, no natal...". Muito engraçado. Mas ele tem uma namorada há quatro anos, acho que até vivem juntos.

Então , achei que era boa altura para visitar a minha mãe, na casa de repouso. Primeiro fui por gasolina e tentar encher os pneus. como não estava a perceber, pedi ajuda a um rapaz que estava lá a por água no carro e ele explicou-me, eu fiz um ar estúpido e ele encheu-me os quatro pneus. Ainda há gente simpática !

No lar, estavam todas a ver a missa, e a minha mãe acolheu-me com " o que é que a menina tem andado a fazer ? " . Tentei contar-lhe da cólica de rins mas acho que ela não percebeu, outra senhora é que se pôs a conversar comigo, sobre as doenças. Depois decidi ir procurar a D. Maria Lemos, uma senhora muito activa, a quem a filha enganou e levou a assinar a venda da sua casa e a pôs ali. Parece que era a única que vivia naquele andar e alguém já tinha comprado tudo e queria fazer obras no prédio, para vender ou alugar. Boa, da filha. Ao menos levava a mãe para casa ! Mas a senhora contara-me isto quando lá entrou há cinco anos, e agora adoptou os gatos da vizinhança e dá-lhes comida, que tira do prato dela. Eu disse-lhe que lhe levava ração dos meus e uns recipientes de plástico.Ela mostrou-me o saco que levava para a sala das refeições, com um tuperware e uma colher.
Podiam ao menos dar-lhe restos da cozinha para dar aos gatos ! Fui ver onde ela põe de comer aos gatos, e apareceram dois, é nas traseiras do quintal. Um era tigrado e deixou-me fazer-lhe festas...

Enfim...A seguir fui ao centro, queria almoçar, eram umas duas horas, e a estacionar encontrei os meus primos casados, do lado do meu pai. Convidaram-me para ir almoçar com eles e fomos a uma pizaria nova, que estava cheia. Nunca lá entrara e pedi Lasanha vegetariana e eles pediram vinho.
Falamos sobre o Vale e como gostavamos de ter lá passado férias e coisas que lá aconteceram. Ele é dez anos mais velho que eu, só se lembra que eu andava sempre aos berros, com medo dos cães e dos gatos e das galinhas....Devia ser muito pequena , nessa altura. Perguntei se a filha já arranjara emprego, formou-se em arquitectura. Que não, já faz um ano, manda muitos CV. Eu disse que tinha um amigo que era engenheiro civil e tinha uma empresa de remodelações de casas, trabalhava com dois arquitectos, podia perguntar-lhe se queriam uma estagiária (é aquele com que sonhara). Eles ficaram todos contentes e pagaram-me o almoço. Acho que pagavam de qualquer maneira.

Depois despedi-me e fui à Opticália  endireitar os óculos. Estava super vermelha de ter bebido um copo de vinho, não estou habituada, e sentei-me lá a falar com o homem, ele é que me vendeu os óculos.

A seguir ainda fui à loja de roupas que eu gosto e comprei umas calças e uma blusa, estão em saldos.

Vim para casa e mandei um sms a esse meu amigo, a perguntar se queria uma estagiária e ele disse para ela mandar o CV que ele encaminhava a arquitetos. Depois disse-lhe que o Vale estava à venda, e ele disse que gostava de conhecer essa casa de que ouvia falar há 35 anos, era simpático eu convidá-lo a passar lá um fim de semana ...

What ? Eu disse que sim, que podia ser, era só dizer quando podia. Bem, mas ele pensa que vai levar a namorada ? Será que ainda andam ? Será que ele acha que pode ser um bom negócio para ele? Será que quer ir só comigo ?

Mandei email à minha prima com o email dele e disse para a filha mandar CV.

Foi um dia estranho.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Colégio dos Olivais



E aqui estou eu, na fotografia de baixo, com a minha turma da 4ª classe. Eu sou aquela em cima da cadeira que tem um vestido e a parte de baixo cor de rosa e o peitilho branco. Com um ar acanhado.

 A prof. era a D. Francisca e é a senhora de bata branca com um menino ao colo, era o Paulinho, o filho dela. Tem agora 46 anos, o Paulinho.

A loira que está ao meu lado é a Isabel e está abraçada à melhor amiga, Paula. 72/73.

Agora fui de novo contactada pela Clara Vaz, que foi minha colega no 5º e 6º ano (1º e 2º do ciclo preparatório). Da outra vez era para um almoço com os alunos do ciclo preparatório. Agora era para me dizer se quero ir a um almoço com os colegas do colégio. E para entrar no face do Colégio. Foi de lá que tirei estas fotos.Ela também andou lá comigo. Está ao lado da prof,, de cabelo escuro e curto.

Havia duas turmas, e eu só me lembro das meninas da minha turma. Os rapazes nem sei quem são, mas lembro-me dos nomes.

Também pus lá uma foto e apareceram umas e a prof. a dizerem que se lembram de mim, que eu era "tão doce ! " , " um doce de menina " diz a prof, que ainda é viva.

Eu lembro-me dela ser um bocado trocista e manipuladora e mesmo sádica. A um que disse uma asneira ameaçou por-lhe pimenta na língua e a segunda vez que ele o fez, pôs mesmo. Depois fazia uns ditados e se dessemos mais de três erros levavamos um puxão de orelhas. Literal. Só levei uma vez e ela apertava e torcia a orelha, não era agradável. Outra vez estavamos a falar das guerras entre os portugueses e os Castelhanos e ela disse que o João Nuno Castilho era o inimigo ( a alcunha dele era " o Castelhano " ) e ajudou-nos a expulsá-lo da sala ! Que brincadeira tão engraçada...

E a mim, perguntou-me na sala de aulas, que idade tinha a minha mãe. Eu sou a segunda filha e a minha mãe casou-se aos trinta, obviamente que a minha mãe era mais velha que as da maioria. 35 ! Disse eu. Depois cheguei a casa e contei à minha mãe e ela ficou danada " mas que é que essa tem a ver com a minha idade? " e eu " eu disse 35 ! " e a minha mãe, " sim, 35 ". Devia ter 42.

E havia uma menina que era a Ana Rita e era muito séria e atilada e bonita, e tinha tão boas notas como eu. A prof. passava a vida a tentar criar competição entre nós. Uma vez inventou um jogo, que foi por no quadro o jogo do galo , e em cada casa do jogo havia perguntas de história, ou matemática, e tinhamos de por o X ou  0 para fazer três em linha, e o outro impedir-nos. A prof. mandou-nos escrever os nomes nos papeis e baralhava e fingia tirar à sorte quem jogava com quem, Mas claro que eu tinha de sair a jogar contra a Ana Rita. Como acertavamos sempre as perguntas e sabiamos jogar aquilo, empatávamos... Depois chamou outros para jogar. Engraçado que eu era pequena e tive a noção que ela o fez de propósito. A menina doce não era parva.

Há lá uma que aos comentários alegres dos outros, diz " estão a fazer-me sentir mal com essa infância feliz. Quando penso na escola apetece-me comer chocolate ou beber gin..." e um homem diz " onde quiseres , quando quiseres, prefiro Gin...". Eh eh eh.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Reação à doença

Depois de termos um abalo na saúde imprevisto, depois de termos saído da nossa rotina habitual, damos o devido apreço ao que damos por garantido, estarmos bem de saúde. Comigo dá-se uma reação de euforia durante uns dias, só por não ter dor. Sinto-me feliz. Já não acho a minha vida uma rotina interminável, dou apreço aos amigos que me responderam no face desejando melhoras. Perguntam porque não telefonei, que me levavam ao hospital. Mas foi o eu resolver sozinha uma crise, que me deu esta sensação de poder. Nós não estamos sozinhos, só estamos porque escolhemos estar. Bastou eu ligar o 112 que apareceram dois simpáticos bombeiros que me sorriram e falaram amistosamente para eu não desfalecer e me entregaram nas mãos da enfermeira no hospital explicando a situação. A enfermeira disse-me que me destinara à urologia, e em breve estava o médico especialista a ver os meus papeis e a dizer ao enfermeiro das urgências o que eu teria de fazer e a dizer-me a mim, em espanhol, que era uma cólica , me iam dar um medicamento para as dores e soro e ia fazer exames e depois ele ia falar comigo. Entretanto andava um enfermeiro a procurar o soro e outro a dar-me uma coisa reciclada de papel para eu vomitar, caso precisasse. Isto enquanto o chamavam de vários lados, e eles sempre todos acelerados. Pôs-me soro a correr na veia da mão e quando eu disse " ai ! " ele disse " isto é um truque que temos, provocar dor noutro sítio para a distrair..." e eu, " obrigada, espero que me deem depressa a injeção ! ". Eu queria era a injeção, com um forte medicamento, que tira a dor.

A dor é uma coisa indescritível. Quando tinha enxaquecas, vomitava e vomitava, e não conseguia parar e só supositórios aliviavam a dor da enxaqueca. E os vómitos , as náuseas, são horríveis, vomitamos muco branco, bílis, nada....

Quando tive dores de dentes, da cárie infetando a raiz do dente, era insuportável também.

A dor das contrações também é má, vai subindo até atingir um pico, e depois desce. Se estivermos ligadas a um aparelho, vemos a agulha a subir com a dor e temos de respirar para conter a dor.

Depois de ficarmos melhor, expelirmos o cálculo, passar a enxaqueca, arranjarmos o dente, ficamos felizes. Só o termos saúde basta-nos. O termos casa, família, amigos. O termos um emprego ou uma escola onde vamos todos os dias não é uma rotina , é uma benção. O poder ir lá, ouvir e falar com outras pessoas, que nem gostamos ou de quem não gostavamos porque nunca lhes falaramos....



quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O que é uma Cólica de rins

Eu sou daquelas pessoas que tem dores abdominais horríveis, vomitam, e acham que estão com  prisão de ventre e gases, especialmente porque carregam na barriga e doi-lhes.

Não conseguia tomar nada porque vomitava em seguida, qualquer golito de água que desse. Então a dor começou a irradear (termo técnico ) para as costas, para o rim direito ! Oh, fez-se luz, outra cólica!

Nessa altura já via tudo turvo e sentia muito frio, achei que estava a ter uma lipotímia ou uma síncope, quem sabe cair em choque. Decidi ligar ao 112 e lá consegui à 2 ª tentativa (primeiro surgiu-me a máquina de calcular no telemóvel). Porque nós não sabemos do telefone de casa, que é móvel e deve estar algures mas não toca.

Então , embora soubesse que quem faz a triagem é um polícia (sim, aprendi tudo nas aulas de Socorrismo) disse logo " estou cheia de dores e estou sozinha em casa ..." e o homem " que idade tem?", e eu " 53 " e ele " vou passá-la à emergência médica ". Vá lá, contaram-me tantas histórias deles desligarem  porque pensam que estão a gozar com eles... Depois veio outro, que já tinha formação em saúde, e eu disse que estava a vomitar e com dores no abdómen, mas agora passaram para as costas, e ele pediu-me a morada e apareceu o INEM em 3 minutos ! Dois jovens socorristas, , que me mediram a tensão 7/9 , temperatura , 33,8º, glicose e O 2, e mandaram-me mudar de blusa que estava encharcada dos meus suores frios e fui ao quarto e trouxe já um roupão e mocassins e carteira. Fui a andar para a ambulância e lá, sentaram-me na maca, com os pés ligeiramente levantados e puseram-me uma manta prateada em cima, estava frio, felizmente não chovia.

Eles não gostam que se diga que se tem uma cólica, ou isto ou aquilo, temos de dizer o que sentimos em detalhe, e rezar que acertem no diagnóstico. Depois despediram-se, até à próxima.
E fiquei naquele hospital centenário, que era um convento ou assim, e as escadas foram substituídas por rampas um tanto íngremes, mas o  maqueiro levou-me muito divertido, a correr e a travar, devia estar contente de eu não ser dos gordos. Para uma sala fazer ecografia e confirmaram que tinha um pedregulho de seis mm a tentar furar o uretére ( a menina tem aqui uma pedrita a tentar sair do lado direito) . Falam assim connosco, os médicos, e  eu "tenho 53 anos", "ah, mas eu tenho 80! " e acredito que tivesse...

Já depois , na sala das urgências,  fiquei ao lado de uma velha gorda com a cabeça toda ligada e uns olhos esmurrados e um nariz partido, ainda com a bata suja de sangue, deve ter caído de frente....Os auxiliares e enfermeiros eram novos e divertidos, partiam do princípio que deve haver alegria no trabalho e finalmente  deram-me a injeção para parar as dores e soro, e aí já lhes achei mais graça....

Enfim, a minha filha depois foi buscar-me e voltámos de táxi, eu cheia de remédios e toda contente, pois não paguei nada de nada ! Nem taxa moderadora (18 euros ! ) por ter entrado de ambulância!
E também me fizeram RX e análises! E viva o serviço nacional de saúde ! Em duas horas estava cá fora, tratada e com consulta para 2ª f. !